Share

Retrato económico de Portugal

Projeções econômicas (Junho 2022)

As previsões apontam para um crescimento do PIB real de 5,4 % em 2022, desacelerando para 1,7 % em 2023. Um forte investimento público, impulsionado pelos fundos da UE, e a retoma das exportações do turismo deverão apoiar a recuperação. No entanto, a guerra na Ucrânia, os problemas na cadeia de abastecimento e a subida dos preços da energia e das matérias-primas afetarão a atividade, reduzindo a confiança e o poder de compra. Embora ainda exista capacidade produtiva não utilizada, prevê-se que o aumento dos preços da energia e dos produtos alimentares faça disparar a inflação para 6,3% em 2022 e 4% em 2023. Haverá uma aceleração dos salários à medida que o número de horas trabalhadas voltar aos níveis anteriores à pandemia, mas tal não será suficiente para salvaguardar o poder de compra das famílias face ao aumento da inflação.

Estudo Económico da OCDE sobre Portugal (dezembro 2021)

À semelhança do que ocorreu noutros países da OCDE, a pandemia desencadeou uma recessão profunda em Portugal e colocou o sistema de saúde sob grande pressão. A resposta política ajudou a amortecer o choque e, graças também ao progresso da vacinação, a recuperação está a ganhar dinamismo. Contudo, é muito provável que a crise deixe cicatrizes, agravando a pobreza e as desigualdades. Para garantir uma recuperação inclusiva, será necessário reforçar as políticas na área da saúde e do mercado de trabalho. A ação política também terá de fazer face a novos riscos financeiros e orçamentais. Uma aplicação rápida e eficaz do Plano de Recuperação e Resiliência ajudará a enfrentar estes desafios e a assegurar uma recuperação duradoura. Uma maior adesão às tecnologias digitais – através da melhoria das infraestruturas e do desenvolvimento das competências – é suscetível de impulsionar o crescimento a longo prazo. Para aproveitar os benefícios da transição digital, sem deixar ninguém para trás, será fundamental dotar a população de competências digitais e de base e, ao mesmo tempo, promover o investimento e a inovação nas pequenas empresas.

Resumo

Apresentação